Skip to main content

Inaugurações marcam mudança de direção no asilo São Vicente de Paulo

Durante quase quatro anos em que esteve no comando do asilo, Eva Santiago não mediu esforços para realizar um trabalho com qualidade, seriedade, responsabilidade, sempre preocupada em deixar tudo com a maior transparência e resgatando a credibilidade do Asilo São Vicente de Paulo – Lar Betânia (ASVOP) perante a sociedade e instituições parceiras.

Hoje, o ASVP é referência em todo Estado no tratamento e qualidade de vida oferecida aos 94 idosos que ali vivem e convivem. Na noite desta terça (29), às 19h, assume a presidência para um mandato de dois anos, o auditor fiscal da Receita Federal Joaquim Cândido da Silva, que venceu a eleição ocorrida em 25 de maio passado.

A presidente do asilo, pertencente à Sociedade São Vicente de Paulo, Eva Marlene Santiago, entregará à sociedade montes-clarense e regional, Consultório Odontológico dotado de máquina de Raio X, e o Centro de Eventos e Lazer Francisco Gomes Santiago (Chiquinho Santiago), pai da presidente e que emprestará o seu nome ao Centro de Eventos do ASVP.

“A construção deste Centro de Eventos e também do Consultório Odontológico sempre fizeram parte dos sonhos da atual administração. Estamos perseguindo este objetivo deste o início da minha gestão à frente do Lar Betânia. E, agora, vejo com alegria a concretização deste sonho. Ainda mais que o centro irá levar o nome de papai. Um orgulho para toda a família Santiago”, destacou Eva Santiago.

A inauguração das duas obras acontecerá nesta terça-feira (29), a partir das 8h30min, na sede do asilo, localiza na Avenida Otávio Silveira, s/nº, bairro Mangues (Próximo ao BNB Clube).

“Quando a atual diretoria assumiu o ASVP em 24 de agosto de 2006, encontramos uma situação crítica, com mais de 200 mil reais em dívidas. O asilo iria fechar as portas e os idosos seriam encaminhados para outras instituições da cidade e região. O Asilo estava com várias ações na justiça, desde trabalhistas, fornecedores, funcionários com férias duplas vencidas, entre outras pendências judiciais. Uma situação caótica, lamentável e em total estado de abandono. Nem toalhas para dar banhos nos idosos haviam. Só pedimos um prazo de três meses para o conselho gestor da CSVP para começar a mudar esta realidade. Dado o prazo, chamamos os nossos cobradores e negociamos as dívidas, pagamos os atrasados, colocamos tudo em ordem. Aqui, trabalhamos para cumprir metas. Depois de passados três meses, as mudanças já eram perceptíveis. Sempre trabalhei com o apoio da minha diretoria”, frisou Eva Santiago.

Com parcerias sempre atuantes e presentes como Rotary Club de Montes Claros Leste, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros, Faculdade Santo Agostinho, Faculdades Unidas do Norte de Minas (Funorte), Faculdades Ibituruna, poder Judiciário, Ministério Público, e empresas públicas e privadas, além de profissionais de vários setores, a gestão atual conseguiu reformar banheiros com aumento das portas para melhor acesso aos cadeirantes; consertar barras de corrimão; as cinco alas foram recuperadas e reformadas; aquisição de computador e impressora para melhor funcionamento do telemarketing, hoje, grande responsável por ajudar a manter a instituição; colocação de telas nos refeitórios, cozinha, sala de enfermagem, farmácia, entre outros locais; reforma total da cozinha.

“Depois da cozinha reformada, e passados 103 anos do Asilo São Vicente de Paulo, finalmente a instituição conseguiu o seu alvará de funcionamento junto a Vigilância Sanitária. Isso foi uma das nossas metas, que também alcançamos nestes quase quatro anos”, destaca Eva Santiago.

Fonte: Jornal O Norte