Skip to main content

Lar Betânia faz campanha para arrecadar fraldas geriátricas

O Asilo São Vicente de Paulo – Lar Betânia, pertencente à Conferência São Vicente de Paulo/Sociedade São Vicente de Paulo, está em campanha de fraldas geriátrica, com a finalidade de atender a maioria dos 93 asilados da instituição.

Segundo Edmilson Magalhães, gestor administrativo e financeiro do asilo, é justamente nesta época do ano que ocorre um aumento de até 40%, com duas trocas a mais de fraldas, por causa do frio.

“São 39 acamados permanentes que fazem o uso das fraldas geriátricas, mais outros 40 idosos que também usam. No período comum, a média é de 120 fraldas. Quando esfria muito, o consumo aumenta significativamente para aproximadamente 160 fraldas por dia. Média de 4.200 fraldas por mês”, explica o gerente.

O Asilo São Vicente tem 47 mulheres e 46 homens, com média de idade de 80 anos.

“Mas aqui tem asilados com mais de 100 anos. É o caso de uma das nossas internas que tem 105 anos e que há 50 está no asilo”, destaca Magalhães.

O Asilo São Vicente de Paulo chegou a Montes Claros no dia 15 de maio de 1904 – há 106 anos – pelas mãos do Bispo Coadjutor de Diamantina, Dom Joaquim Silvério de Souza.

Começava assim, seis anos antes de ser criada a Diocese de Montes Claros, uma história de solidariedade e amor escrita nos moldes do Asilo São Vicente de Paulo – Lar Betânia, pertencente à Conferência São Camilo de Lélis, a primeira das muitas sob a coordenação do Conselho Metropolitano de Montes Claros, que abrange o Norte de Minas e Sul da Bahia.

“Somos uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, ligada à igreja católica, tendo como principal ponto de critério para acolhimento dos idosos a vulnerabilidade social e abandono”, frisou o gerente administrativo.

Edmilson Magalhães pediu que as empresas ou pessoas interessadas em fazer a doação de fraldas geriátricas, que as façam nos tamanhos médio e grande.

O gerente administrativo também informou que a instituição recebe outros tipos de doações e benefícios.

“Mensageiros identificados com crachá e uniformes vão buscar no dia e horário em que a pessoa marcar. Buscamos as doações em qualquer parte da cidade. Aproveito para convidar as pessoas para que também venham visitar os idosos. Eles gostam muito de visitas e se sentem bem melhor “, finaliza.

Informações pelos telefones (38) 3221-3070 ou 3214-1244.

Fonte: Bem Na Net