Skip to main content

Lar Betânia: uma história de solidariedade e amor

Atuando em Montes Claros desde 1904, o Lar Betânia atende atualmente 109 idosos: 63 homens e 46 mulheres. O Asilo São Vicente de Paulo chegou a Montes Claros no dia 15 de maio de 1904 – há 106 anos – pelas mãos do Bispo Coadjutor de Diamantina, Dom Joaquim Silvério de Souza.

Começava assim, seis anos antes de ser criada a Diocese de Montes Claros, uma história de solidariedade e amor escrita nos moldes do Asilo São Vicente de Paulo – Lar Betânia, pertencente à Conferência São Camilo de Lélis, a primeira das muitas sob a coordenação do Conselho Metropolitano de Montes Claros, que abrange o Norte de Minas e Sul da Bahia.

É uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, ligada à igreja católica, tendo como principal ponto de critério para acolhimento dos idosos a vulnerabilidade social e abandono.

Atualmente moram no Asilo 39 idosos acamados permanentes, que fazem o uso das fraldas geriátricas e ainda, mais outros 40 que também usam, embora não estejam acamados. No período comum, a média é de 120 fraldas. Quando esfria muito, o consumo aumenta significativamente para aproximadamente 160 fraldas por dia. Média de 4.200 fraldas por mês.

O Lar Betânia recebe doações como alimentos, roupas, remédios.
Interessado em ajudar pode entrar em contato através do telefone 3221-3070, caso haja necessidade a própria instituição manda um veículo em sua casa buscar a doação, ou deposite sua contribuição no Banco do Brasil, Agência 0104-X, conta corrente 4540-3, em nome do Asilo São Vicente de Paulo.

Fonte: O Norte.