Skip to main content

Defensora Pública profere palestra sobre direitos dos idosos em Montes Claros

Durante a Semana do Idoso promovida pela coordenadoria do Idoso da Secretaria de Desenvolvimento Social de Montes Claros, a defensora pública em atuação na comarca, Maurina Fonseca Mota de Matos, proferiu palestra sobre os direitos previstos no Estatuto do Idoso.

A palestra aconteceu durante audiência pública realizada no dia 12 de junho na Câmara dos Vereadores, ocasião em que foram discutidos temas relacionados aos maus tratos contra idosos em Montes Claros e os canais adequados para a realização de denúncias, além de dados atualizados sobre a ação criminosa no município.

Defensora Maurina Fonseca Mota de Matos: esclarecimentos e informações sobre os direitos dos idosos

A defensora pública ressaltou que a defesa dos direitos da pessoa idosa é responsabilidade de todos. “A obrigação de dar assistência ao idoso começa na família, e depois é da comunidade, da sociedade e do poder público. A família tem que estar preparada e aberta para acolher o idoso, para evitar qualquer tipo de violência. O Estatuto garantiu várias medidas de proteção, mas para fazer valer as garantias, toda a sociedade tem que estar informada e consciente dessas garantias, para que elas possam ser concretizadas”, afirmou Maurina de Matos.

Em Montes Claros, calcula-se uma população de 33 mil idosos. De acordo com os dados do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), entre janeiro de 2012 e maio deste ano, o órgão recebeu 537 denúncias de maus-tratos contra idosos na cidade. Em 2012, foram 438 denúncias.

Participaram do encontro a chefe de gabinete do prefeito de Montes Claros, Raquel Muniz; o secretário municipal de Desenvolvimento Social, Franklin de Paula Silveira; vereadores; médicos geriatras; representantes do Asilo São Vicente de Paulo – Lar Betânia; entre outras autoridades; estudantes; idosos e pessoas ligadas ao tema.

Fonte: Defensoria Pública de Minas Gerais