Skip to main content

Idosos reclamam das filas e discriminação

A Semana do Idoso foi comemorada ontem de manhã, em Montes Claros, com a realização de ação social na praça Doutor Carlos, a principal da cidade. O evento, coordenado pelo Conselho Municipal do Idoso, reuniu grande quantidade de pessoas, que puderam medir a glicose e pressão arterial, além de retirar duvidas jurídicas, fazerem o corte de cabelo, além de assistirem o show da Banda da Polícia Militar. A presidente do Conselho, Ana Maria Neta Alves, explica que realizou essa etapa preparatória, pois na verdade o evento ocorrerá de 17 a 21 de outubro, como forma de fugir da campanha eleitoral. O curioso é que Montes Claros tem o segundo turno das eleições, que prossegue até o dia 30 de outubro.

Semana do Idoso em Montes Claros

Existem três situação que incomodam a sociedade idosa em Montes Claros, segundo a presidente Ana Maria Neta Alves: a decisão da Agência Nacional de Trânsito e Transportes em liberar a viagem gratuitamente de idosos apenas em ônibus interestaduais convencionais, com direito a duas vagas em cada veículo. Nos ônibus executivos e com leitos, esse direito é negado. Também tem o problema das filas, seja nos bancos ou no comércio, onde se cria um caixa para o atendimento especial, quando na sua concepção, deveria ser em todos caixas, com direito ao idoso em ser atendido primeiro. O terceiro problema é o uso de cadastro dos idosos para empréstimos consignados, que sempre geram rombo nas aposentadorias.

Um aspecto observado pela presidente Ana Maria Neta é que o Dia Nacional do Idoso sempre é comemorado em 27 de setembro, enquanto o Dia Internacional do Idoso é em 1º de outubro. O Governo Federal, ao criar o Estatuto do Idoso, fixou o dia 27 de setembro. Por orientação dos demais dirigentes, o Conselho Municipal decidiu promover a Semana do Idoso de 17 a 21 de outubro, mas como já tinha agendado com a Unimontes e Funorte a participação dos acadêmicos nas várias ações sociais, decidiu manter o evento do dia 28 de setembro, que serviu para mobilizar os idosos para a ação da terceira semana de outubro.

Fonte: Gazeta Norte Mineira