Skip to main content

Vocação para a Solidariedade: Transpecial entrega doações ao Lar Betânia

A vida tem vários ciclos, cada uma com sua história. O Asilo São Vicente de Paula – Lar Betânia, por exemplo, é uma verdadeira enciclopédia, habitada por 118 idosos, cada um com uma trajetória diferente neste emblemático ciclo da humanidade. Lá vive Dona Rosa, uma senhorinha de 102 anos de idade. O paraíso da melhor idade é habitado também pelo senhor Vicente, que foi deixado na porta do asilo há 73 anos, quando tinha apenas 3 anos de idade. Hoje, com 76 primaveras, compartilha o santuário com outras 117 histórias, mais 80 funcionários, verdadeiros poços que jorram amor, carinho e dedicação àqueles que, por um motivo ou outro, chegaram ao Lar Betânia.

Fundado em 1904, o Asilo São Vicente de Paulo é uma obra unidade da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP), mantida com a solidariedade da população de Montes Claros, através de doações de toda natureza. E de todos os corações, como o da equipe do Transporte Solidário, liderada pelo motorista Walen Rodrigues, do Transporte Especial da empresa de ônibus Princesa do Norte. Inquieto, o moço segue sua bússola, que pulsa do lado esquerdo do peito. Agradecido a Deus pelo dom, está sempre ajudando alguém de alguma forma. Claro, com os solidários corações de seus colegas de trabalho, que se esforçam para cumprir as missões que surgem.

Mãos à obra, mais uma vez, eles uniram forças e desenvolveram uma campanha para arrecadar agasalhos, alimentos e outros donativos para o Lar Betânia. Em apenas um mês, conseguiram um significativo volume de doações. Isso, com considerada ajuda dos usuários do Transpecial, que transporta pessoas que utilizam cadeiras de rodas, próteses ou que tenham a mobilidade reduzida, tendo dificuldade de utilizar um ônibus convencional do transporte coletivo urbano. No último dia 4, em meio ao trabalho, Walen Rodrigues arrumou um tempo para fazer a entrega das doações no Asilo São Vicente.

A manhã daquele dia já não estava tão fria como nas jornadas anteriores e o sol, de solidariedade, doava o seu calor para o nobre gesto. Apesar dos tempos de seca braba, o interior de Walen não tem crise hídrica. Seus olhos estão sempre lacrimejando de emoção. E foi com muita emoção que os gerentes, funcionários e idosos recepcionaram o ônibus do Transpecial no Lar Betânia. Alguns chegaram a pensar que seria para mais um passeio, como ocorreu há algum tempo, quando a empresa de ônibus levou os idosos para um tour pelo Parque Municipal. Outros acontecerão, mas naquele dia, a visita era para entregar as doações arrecadas pela campanha desenvolvida pelo Transporte Solidário da Princesa do Norte.

Acompanhava Walen Rodrigues uma fervorosa católica de nome Denise, do Bairro Alterosa, usuária do Transpecial. Após a fisioterapia na Clínica São José, do coração solidário Danilo Santana, ela fez questão de fazer nova visita ao Lar Betânia, o que todo mundo deveria fazer. As visitas ocorrem todos os dias, das 13 às 16 horas, inclusive feriados. Foram recepcionados pelos gerentes administrativos Wesley Dantas e Anielly Costa Silva Ramos, alguns funcionários e idosos, enquanto outros “pegavam” um solzinho e passeavam pelo paraíso. Rapidamente, os donativos foram entregues, mas houve tempo para um bate-papo com os gerentes administrativos.

CRISE HÍDRICA
Wesley e Anielly informaram que o Asilo conta com 80 funcionários, que trabalham em dois turnos, 24 horas por dia. Destacam que são muitas pessoas para dar banho, trocar fraldas, alimentar e, claro, dedicar amor e carinho. De acordo com os administradores, a crise hídrica tem afetado o trabalho no Lar Betânia, situado na Rua Otávio Silveira, no Bairro Mangues, zona sul de Montes Claros. Por estar localizado numa região alta, a água demora chegar à instituição, comprometendo as tarefas dos funcionários, que tiveram que se adaptar à realidade hídrica, administrada pela Copasa através de rodízios no abastecimento da população. Além disso, os gerentes Anielly e Wesley informam que as instalações sanitárias do asilo são antigas, o que dificulta o trabalho dos servidores, principalmente na hora de banhar os cadeirantes. Por isso, a diretoria projeta lançar uma campanha para arrecadar recursos para reformar os 66 banheiros da instituição, inclusive com troca dos vasos sanitários por outros mais modernos e acoplados.

“Estamos trabalhando no projeto e, brevemente, recorreremos à Imprensa para fazer o lançamento da campanha, confiantes mais uma vez na adesão da população para a reestruturação de nossas instalações sanitárias, com foco na melhoria do conforto e comodidade dos nossos assistidos”, destaca Anielly Ramos.

TRANSPECIAL
Em relação à campanha que o Transporte Solidário realizou na captações de doações para o Asilo São Vicente de Paulo, o motorista Walen Rodrigues disse que tem uma inquietação com o que ocorre no cotidiano e que ele gosta de ajudar. “Agradeço a Deus todos os dias por este dom. Se posso ajudar, logo faço alguma coisa para ajudar alguém ou alguma instituição”, destacou, sem revelar o próximo passo. Ele agradece à ajuda e ao apoio que vem tendo dos colegas e dos usuários do Transpecial, como Denise, que o acompanhou na visita ao Lar Betânia, e que também gosta de visitar a instituição e de ajudar o próximo. Ela se agarra na fé em Deus e na força das orações para pedir bênção e luz para todos.

NOVA DIRETORIA
Desde abril, a instituição conta com nova diretoria, que não vem economizando esforços para manter o perfeito funcionamento da entidade, que conta com cinco pavilhões com refeitório, quartos com banheiro individualizado e área externa. Assim distribuídos: um administrativo, dois para homens, um para mulheres e um misto para acamados; Um gabinete odontológico, consultório médico, salas de enfermagem e terapia ocupacional, salão de fisioterapia, lavanderia, cozinha industrial, mini-padaria, quiosques, capela e área de lazer coberta.

A instituição conta ainda com uma Kombi ambulância e um Fiat Strada (veículo utilitário) e o telemarketing, onde a sociedade montes-clarense demonstra seu apoio e solidariedade ao Lar Betânia por meio de generosas doações. Todas quintas feiras, às 10 horas, são celebradas a Santa Missa.

RECURSOS HUMANOS
Para atender uma média de 105 idosos, 24 horas por dia, o Lar Betânia tem um quadro de funcionários de formação superior, sendo médico, fisioterapeutas, enfermeiro, dentista, nutricionista, professora de Educação Física e professora de terapia ocupacional, de nível médio, como técnicos de enfermagem, cozinheiras, vigias, motoristas, estoquista, mensageiros, operadores de telemarketing, bombeiro, eletricista, serviços gerais e administrativos com curso de capacitação de cuidador de idosos.

SOLIDARIEDADE
A diretoria e funcionários trabalham de forma harmoniosa, visando ao bem-estar dos internos. Existe uma demanda reprimida de 80 idosos aguardando vagas no Asilo, o que supera as reais possibilidades da instituição. “Para fazer doação através do telemarketing, o cidadão ou empresa pode fazer contato pelo telefone 3221-3070, levando-a pessoalmente ou depositando sua contribuição no Banco do Brasil, Agência 0104-X, Conta Corrente 4540-3, em nome do Asilo São Vicente de Paulo e será ricamente recompensado. Deus lhe pague”, destaca a entidade em seu site (www.asilobetania.com.br).

DIRETORIA
A nova diretoria é composta pelos vicentinos João Rufino de Oliveira (presidente), Edwânia Marília de Quadros Lopes (vice-presidente), Dalvina Ribeiro Miranda (1ª secretária), Marta Fernanda da Silva Andrade (2ª secretária), César Ramos de Andrade (1º tesoureiro), Paulo Roberto Pereira da Silva (2º tesoureiro).

Fonte: JN Notícias